Adquira o CD "Prova de Amor"

Adquira o CD "Prova de Amor"

domingo, 24 de junho de 2012

Após gospel, Sula Miranda retoma sertanejo e torce por Gretchen na TV

Cantora levanta a bandeira da ‘mulher virtuosa’, mas não se arrepende das fotos sensuais do passado: ‘Satisfez minha vaidade’.



Bárbara Duffles 

do EGO, no Rio 

Ao contrário de muitas cantoras que se enveredaram pelo mundo religioso e não mais voltaram, como Mara Maravilha e Baby Consuelo, Sula Miranda decidiu retomar suas raízes de Rainha dos Caminhoneiros. Após dois discos de música gospel, ela está de volta ao sertanejo com um CD em homenagem aos seus 25 anos de carreira.


“Após fazer gospel, achei que não cantaria mais música sertaneja. Mas ao completar 25 anos de carreira, achei que meus fãs mereciam a homenagem”, conta Sula, cujo disco será lançado em julho com músicas inéditas e quatro regravações: “Jesus Cristo” e “Caminhoneiro”, de Roberto Carlos; “Adoro amar você”, do Peninha, famosa na voz de Daniel, e “Quem de nós dois”, de Ana Carolina.


O estilo de Sula, no entanto, não é mais o mesmo sertanejo feito há duas décadas. A cantora diz ter adotado o “sertanejo universitário”, mais dançante. “É preciso acompanhar o movimento. Quando surgi em carreira solo, também estava começando um movimento, o sertanejo urbano, com Zezé di Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo. Hoje todo mundo se atualizou”, avalia.


Mulher sensual x mulher virtuosa

Em seu site oficial, Sula mostra que a religião ainda é muito presente em sua vida. Ela dá dicas de orações, de como viver bem e de como ser uma mulher virtuosa. “Sou uma cantora sertaneja que vive a fé cristã e quero compartilhar. A conversão aconteceu porque houve um arrependimento geral, a vontade de ser outra pessoa”, diz Sula.

Mas isso não quer dizer que ela renegue a imagem sensual do passado, quando posava com pouca roupa para ensaios e capas de disco. “Não me arrependo das fotos sensuais que tirei, isso satisfez minha vaidade na época. Mas nunca quis posar nua. Sempre pensei: o que isso vai agregar na minha carreira? Hoje também evito usar roupas curtas, já vou fazer 49 anos. Meu filho tem 14 anos e esta questão familiar é importante”.


"Não julgo Gretchen"

Perguntada sobre a irmã Gretchen, que já posou nua mais de uma vez e fez filmes pornográficos, Sula se mostra ressentida com o assunto: “Somos pessoas públicas e por isso sempre sou obrigada a responder a esse tipo de pergunta”. Mas deixa escapar algum desconforto com o rumo tomado pela carreira da irmã, misturado a um certo grau de compreensão.

“É claro que uma família não quer ter isso dentro de casa. Mas temos maneiras diferentes de ver a vida. Ela achava natural quando fez (as fotos e os filmes), porque precisava do dinheiro e porque teve vontade. Não a julgo”, revela.

Apesar das diferenças, a relação entre as irmãs parece estar tranqüila atualmente. Sula acompanha o reality show “A Fazenda”, onde Gretchen está confinada, e acredita que ela tem grande chance de vencer. “É uma oportunidade única de mostrar que ela é uma mãe de família, com suas dores, dificuldades e carências. Diferente do tempo de uma entrevista na TV, que normalmente é curto. Agora ela tem como mostrar quem é e acho que está indo muito bem. É querida e respeitada”.


Segredo de beleza: 600 abdominais por dia

Outra diferença gritante entre as irmãs é no que se refere à estética. Enquanto Gretchen assumiu que já fez tantas cirurgias plásticas que já perdeu a conta, Sula prefere adotar tratamentos preventivos em vez de corretivos: oxigênio para a pele, lipoescultura (lipo sem cortes), corrida, ginástica e 600 abdominais por dia.

“A lei da gravidade vale para todo mundo (risos). Agora que estou voltando a aparecer na mídia, tenho me cobrado muito. Sou baixinha, tenho perna grossa, bumbum grande. Pareço gordinha na TV, apesar de não estar”, diz.



Fonte: http://ego.globo.com/musica/noticia/2012/06/apos-gospel-sula-miranda-retoma-sertanejo-e-torce-por-gretchen-na-tv.html

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Sula Miranda volta ao sertanejo e grava hit de Roberto Carlos

A cantora "aposenta" a cor rosa e torce pela irmã Gretchen na Fazenda 5


Após trabalhos com o gospel, a eterna Rainha dos Caminhoneiros está de volta ao mundo da música sertaneja, com direito a regravação de dois sucessos de Roberto Carlos, as músicas Jesus Cristo e Caminhoneiro. Às vésperas de lançar um novo disco com músicas inéditas no próximo mês, Sula Miranda gravou, na terça-feira (5), com Silvio Santos o programa Não Erre a Letra.

Em conversa com O Fuxico, a cantora revelou detalhes da sua nova fase da carreira. Ela prefere ser descrita como "convertida", e não como "evangélica", pois considera que essa palavra hoje é usada por algumas pessoas de forma depreciativa contra a fé cristã.

"Professo minha fé como a Clara Nunes cantava as coisas que ela queria, como as pessoas do axé cantam os termos do candomblé, como o Roberto Carlos faz até hoje", comentou Sula, explicando ainda que seu novo cd não deixará de tratar temas religiosos, já que trará a faixa Jesus Cristo, do rei da jovem guarda. 

O uso do rosa também está mais sutil em seu figurino, por exemplo. Ela ficou famosa usando essa cor nas roupas, inclusive no carro e na decoração de seu escritório em São Paulo.

“O CD marca meus 25 anos de carreira. Haverá um detalhe na foto do disco em rosa bebê, que é minha marca registrada, mas vou fazer 49 anos, não tem mais a ver com a minha idade”, contou a artista, que faz aniversário no dia 12 de novembro.

Sua paixão pelo rosa fez surgir até lendas envolvendo o nome da cantora. “Todo carro ou casa com essa cor, algumas pessoas já diziam: é da Sula Miranda”, lembrou a paulistana do bairro do Ipiranga, levando numa boa essas histórias folclóricas.

Com 13 faixas, o álbum vai se chamar Prova de Amor. Serão quatro regravações e 9 inéditas. “É um disco super romântico”, descreveu Sula, que começou a carreira ao lado das irmãs, Gretchen e Yara, e da prima Paula, no grupo “As Melindrosas”. A cantora também tem um projeto de um dvd para marcar seus 25 anos de carreira e já conseguiu a aprovação do projeto pela lei Rouanet, no ano passado.

Nas horas vagas, Sula disse estar acompanhando “A Fazenda 5” e espera que a irmã Gretchen, de 53 anos, vença o reality show da Record. “O público tem a oportunidade de ver que a Gretchen é uma mulher comum, família, mãezona de seis filhos, veste calça comprida, e não aquele mito de gostosona, rainha do bumbum. A mídia sempre focou no sensacionalismo, nos escândalos, nos casamentos”, lembrou Sula.

Fonte: